FANDOM


Karla Duver§a é uma personagem da série Coisas de Irmãs de Dýmapko.

A Karla é a irmã mais nova das duas irmãs. Estuda na escola Traball de Bàrcinon (Ketalània) em Teremedó, junto à sua irmã Kimberly, e vai ao curso “PƐ”. Normalmente costuma levar óculos na escola. Na sua escola, a gente considera ela e a sua irmã “raparigas especiais”, e não está definido se são teremedosianas ou humanas. Tem 10 anos ao começar a série.

Embora a sua cor de pele é diferente aos demais teremedosianos, elas afirmam que são teremedosianas como todos. A Karla tem estado apaixonada por um rapaz da sua turma desde que era uma criança, e num episódio ele revela que também sente algo por ela e decidem começar uma relação como casal, coisa que a Kimberly inveja porque ela nunca teve namorado, embora é mais velha. É muito infantil. Quando as duas raparigas conhecem o Jordy Kúdigy, o responsável pelo hotel Kasa Tot, começam a mexer nos problemas da Frota Estelar da Federação, porque o Jordy revela que ele também é um oficial da FEF que ao mesmo tempo trabalha no hotel e embora oferece às raparigas para unirem-se à FEF, elas recusam a oferta afirmando que preferem ficar como simples cidadãs. No entanto, as raparigas têm muita tecnologia roubada da FEF. Mais tarde, as duas raparigas começam a ter um interesse por visitar a Terra, planeta original da FEF, e procuram maneiras para conseguir este objectivo.

Num episódio descobrem que a Kimberly e a Karla têm um ADN diferente aos seus pais, apesar de ter-se formado no útero da sua mãe, e o ADN não corresponde a um teremedosiano. O seu pai diz que parece uma mistura impossível dum ADN humano com umas características teremedosianas muito fortes, que lhes produzem terem grandes poderes. Não é um caso de híbridos, o seu ADN é humano mas têm umas características no ADN que produzem os órgãos fonte dos seus poderes teremedosianos, e os seus poderes são dos mais fortes conhecidos. Mas as raparigas têm de viver uma vida normal de teremedosianas, e o seu ADN diferente não tem de ser um problema para elas.

Ao final da temporada 1, vêem que algo acontece com o Jordy e começam a ver coisas estranhas, e descobrem a existência dum universo paralelo chamado Universo Espelho, onde tudo está duplicado mas com as personalidades inversas, e nesse universo Teremedó foi destruído e só ficam uns poucos teremedosianos que sobreviveram, e o Jordy explica que neste universo, os humanos são chamados terranos e estão sob o comando dum império selvagem e sádico. O Jordy passa-se um tempo neste universo, enquanto substitui-o o seu duplo dali. Também o almirante da Terra fala com as raparigas a respeito do Yusma, o seu dobro malvado no Universo Espelho.

Na temporada 2, oferecem-lhe à Kimberly entrar num programa de tele-realidade, e estará numa casa onde há câmaras que gravam tudo o que acontece. A Kimberly alegra-se muito com isto. As raparigas e o namorado da Karla descobrem umas instalações secretas da FEF, onde entram sem permissão e descobrem coisas que não deveriam saber. Para o final da temporada, a Kimberly é expulsa da casa, porque o director da casa trabalha para o Yusma. Então as raparigas descobrem que a regenta Andrea Campos do Universo Espelho é uma inimiga comum para o Yusma e para a FEF, e destrói a casa da tele-realidade matando todos. A Kimberly e a Karla obtêm permissão para ir à Terra, e após falar com o almirante 21, conseguem ir à Terra. Mas então a regenta Andrea apanha a Kimberly e a Karla, e coloca-as nuns canos de êxtase inconscientes. Descobre-se que o Jordy do Universo Espelho está do lado dela, mas ela trai-o e também o põe num cano inconsciente, e revela que está a planear fazer uma fusão do seu corpo com o corpo do Jordy do universo normal. Numa esfera de transporte, o Yusma e a İhi Kadse querem parar a Andrea, mas falham e também são apanhados. A Andrea tenta mudar a história, porque trabalha para alguém desconhecido. O Jordy enfrenta-se à Andrea, mas é derrotado por ela e morre. A Andrea funde os dois Jordys com sucesso, e depois mata-o. Envia a İhi Kadse do Universo Espelho ao passado onde começa a viver uma vida sob o nome de Lola e como se fosse duma família da Argentina. Os anos passam-se, e o Josep Maria 19 apaixona-se por ela, e ele apaixona-se mais por ela quando termina a sua relação com a İhi Kadse normal. Depois apaga a memória a todos os habitantes de Teremedó a respeito das irmãs Duver§a, e envia a Kimberly e a Karla também ao passado, no 2013, na igreja onde está a Kirannis (a Criação Áurea), onde todos na igreja acham que as irmãs são dali e sempre têm estado na igreja. As irmãs Duver§a têm um sotaque como o da República Dominicana, e embora ainda têm os seus nomes originais, têm vidas e pais diferentes, como se fossem da Terra. Ao final da série, alguém desconhecido com a forma duma silhueta fala com a Andrea, e diz-lhe que ver-se-ão muito cedo, e a Andrea diz-lhe que tem vontade de vê-lo e chama-o “Amo das Inocências”, marcando uma aliança entre a regenta Andrea Campos do Universo Espelho e o enigmático Amo das Inocências.