FANDOM


Parar-vos-emos seja como for
19
Número de episódio 3
Temporada 3
Número total 19
Título em Teremedó Vzs pararem siġi kom siġi
Data de estreia 8 de outubro do 2017
Lista de episódios
anterior
O que aconteceu
seguinte
Os problemas duma investigação
Coisas de Irmãs

Parar-vos-emos seja como for é o episódio 3 da temporada 3 da série Coisas de Irmãs e o episódio 19 em total. Estreou-se em 8 de outubro do 2017.

Argumento Editar

4 meses antes…
O episódio começa numa habitação dum lugar desconhecido, onde o Yusma tem a Mila sequestrada numa cama e inconsciente, e neste momento fala por telefone com uma rapariga que tem o aspecto da Mila: “Já te podes ir embora, tens de fazer a tua missão agora!” e a rapariga que tem o aspecto da Mila diz: “O teu plano realizar-se-á com sucesso, o teu dobro cai nesta debilidade facilmente!”. A rapariga que tem o aspecto da Mila encontra na rua perto do apartamento, e entra no edifício… Enquanto isso, no apartamento, o Josep Maria 22 está a preparar-se para ter uma reunião de apartamento com a Selene (a sua colega de apartamento) e uma educadora, e todos estão surpreendidos porque a Mila não está, no entanto o 22 foi dormir quando ela ainda estava no apartamento e não a viu ir-se embora, e agora já não está. O 22 acha que seguramente se foi embora durante algum momento enquanto que ele levava os auriculares do computador e não a ouviu. Quando começarão a reunião sem ela, a Mila entra pela porta com as suas chaves e diz que tinha ido tirar o lixo e depois tinha ido com o seu namorado, o Marc, que lhe tinha dito às pressas que a queria ver por uns assuntos pessoais.

O 22 duvida e diz: “Quando te foste embora? Não te vi sair!” e a Mila responde-lhe: “Estavas a fazer os teus ovos fritados e suponho que não te apercebeste de que eu me fui embora do apartamento. Começamos a reunião? e a educadora diz: “Sim, sem duvida!”. A reunião começa, e o 22 ainda está a duvidar da sua colega, já que se comporta estranhamente durante a reunião. A Mila de repente diz: “Josep Maria, por favor, posso falar contigo em privado duma coisa importante?” e a educadora diz: “Não o queres partilhar connosco?”. Mas a Mila diz: “É importante que lho diga sem vós, também não vos posso dizer por que não o posso partilhar convosco. É uma coisa do Marc, acho que ele já sabe do que falo, mas acreditai em mim quando vos digo que não posso dizer-vo-lo. Mas se as coisas se solucionarem, poder-vo-lo-ei dizer. Josep Maria, vem à minha habitação!” e eles dois vão à habitação da Mila. Quando o 22 entra, diz: “O que é que se passa?” e a Mila fecha a habitação. O 22 diz: “Faz falta a porta fechada?” e a Mila de repente aproxima-se do 22 e diz: “Não quero que nos vejam…”. O 22 assusta-se, e a Mila tenta dar um beijo ao 22. Então o 22 percebe tudo: esta Mila é do universo espelho. O 22 não deixa que o dobro da Mila lhe dê um beijo e diz: “Podes-me dizer quem te enviou?” e ela diz: “Ou ele estava confundido, ou ele não sabia que tu és mais bom do que pensava…”.

O 22 diz: “Ele?” e o dobro da Mila diz-lhe: “Não te posso dizer de quem falo, já que não me deixa…” e o 22 diz: “Suspeitarão se não voltarmos à reunião, portanto vamos voltar depressa. Mas dantes uma pergunta: onde está o teu dobro?” e a Mila diz: “Tem-na ele, mas não te preocupes, não lhe fez nada, tem-na dormida. Agora temos de fazer a reunião, não?” e abre a porta. Voltam ao refeitório, e o 22 diz: “Já me disse o que fazia falta, já podemos continuar a reunião. Vamos lá!”. E continuam a reunião. Enquanto isso, a tripulação da nave FEF 07 está a vê-lo tudo. O 0 diz à Carla que têm de fazer algo para fazer com que a Mila de verdade volte ao seu apartamento, e têm de fazê-lo agora, mas a Carla diz ao 0: “Avancei-me e consegui obter as coordenadas da verdadeira Mila, estás pronto para fazermos o intercâmbio?” e o 0 diz: “Cada dia consegues surpreender-me com uma coisa nova!”. O 0 e a Carla activam os transportadores, e sem notarem-no, o dobro da Mila troca-se com a verdadeira Mila, e uma aura percorre o apartamento. O 22 imediatamente telefona à 07 e diz: “O que é que vós fizestes?”, e o 0 diz: “Colocámos uma pequena protecção para evitar transportes não desejados. Faz falta sair da casa e afastar-te uns metros se quiseres ser transportado para cá. E outra coisa: ninguém lembra a vossa pequena reunião na habitação dela nem o que esse dobro da Mila vos disse quando queria que viesses à sua habitação. Isto é: não aconteceu nada incomum no vosso apartamento!”. O 22 diz: “Obrigado” e desliga.

Na actualidade
Na nave FEF 07, o filho do 0, o Franny, fala com o seu pai e diz: “Quero conhecer o dobro da minha mãe, posso ir a casa sua?” e 0 diz: “Nem penses!”. Então o Franny diz: “Merda, não me deixas fazer nada!”, e o 0 vai-se embora da habitação. Então o Franny toca um botão dum aparelho que tem na mão, e nuns segundos depois activa-se o alerta vermelho. Na ponte, a Carla diz ao 0: “Uma mensagem da equipa da Melina!” e o 0 responde: “Ponde-o no ecrã!”. Então no ecrã aparece uma figura desconhecida e diz: “Parar-vos-emos, seja como for!”. A Carla diz: “Estamos com problemas!” e o 0 diz: “Fizeste bem activando o alerta vermelho…”. Em casa da Carla da Terra, o dobro da mãe do Franny, ela está a comer com os seus pais, quando alguém se teletransporta na frente deles, e a família surpreende-se. Resulta que é o Franny, que diz à Carla: “Olá, chamo-me Franny, e sou o filho do dobro da tua mãe!”. A Carla diz: “Um momento: de onde vieste e como é que tu apareceste aqui do nada?” e o Franny diz: “É simples: utilizei o teletransportador da minha nave estelar!”. A Carla diz: “Isto está relacionado com o Josep Maria?” e o Franny diz: “O meu tio? Não, mas será melhor falarmos depressa, os meus pais cedo descobrirão que os enganei e virão buscar-me!”. Quando a Carla quer dizer mais uma coisa, alguém também se teletransporta e resulta que é a Carla da FEF, a mãe do Franny.

Ela diz: “Todos achávamos que a mensagem vinha da equipa da Melina, isto não é nenhum jogo!” e o Franny diz: “É que a queria conhecer!”. Carla diz: “Estás castigado um mês, e tens sorte que o teu pai é bom e que me convenceu a não ser má contigo!”. A outra Carla olha o seu dobro e diz: “Quem és tu e como é que tu tens a mesma cara do que eu?”. E Carla diz: “Agora sim que estamos com um problema, e acho que temos de ligar ao 22…”. A Carla da FEF diz ao Franny: “Estás a ver o que me fizeste fazer?” e depois diz ao seu dobro: “Sou a comandante Carla De la Roja, primeira oficial da nave FEF 07 que pertence à Frota Estelar da Federação. Se ainda existir…”. A Carla da Terra diz: “Um momento: queres dizer que tudo o que dizia o Josep Maria é verdade?” e a outra Carla diz: “Tudo o que ele escreve naquilo que ele chama história imaginária, realmente é verdade. Tudo. Mas é tão incrível que ninguém acredita nisso, e por isso escreve-o. Mas não lembrarás nada, já que o Josep Maria 22, que é o almirante da Terra e o meu cunhado, não me deixa que ninguém saiba nada da verdade, nem sequer tu…”. A Carla da Terra diz: “Cunhado?” e a Carla da FEF diz: “O meu marido, o pai do Franny, é irmão do Josep Maria 22. Não o sabias, depois de leres a história?”. A Carla da Terra diz: “Sei muito pouco, já que não me interessei com a história. Mas agora vejo que teria de ter prestado mais atenção à sua história, pelo que vejo…”. Mais uma vez, um terceiro teletransporte acontece na casa da Carla da Terra, e vêm mais duas pessoas: o 0 e o 22, que dizem: “Chega!”…

O 22 diz à Carla da Terra: “Não lembrarás nada, já que faremos um regresso ao passado!” e depois diz-lhe à Carla da FEF: “O dobro da Melina portou-se muito bem, no entanto temos de fazer um regresso ao passado para evitarmos o incidente do teu filho. Programei um regresso ao passado retardado que se activará daqui a uns segundos!”. A Carla da Terra diz: “Se percebi isto bem, não lembrarei nada, não é assim?” e o 22 diz: “É, reverteremos esta incursão do meu sobrinho retrocedendo umas horas para o passado. Se quiseres responder à pergunta que agora te farei, tens só um minuto!”. Então a Carla da Terra diz: “Qual a pergunta?” e o 22 diz: “Se a ti te fizermos membro da nossa equipa, serás fiel e o mais importante, guardarás o nosso segredo?”. O 0 e a Carla da FEF dizem: “O que⁇” e o 22 diz: “Depressa!”. A Carla da Terra diz: “Não tenho a certeza, dai-me tempo para pensar!” e o 0 diz: “Seja como for, voltaremos ao passado, não?”. O 22 diz à Carla da Terra: “Tempo? Sabia que dirias isto, conheço a minha cunhada como se fosses tu, já que o és!” e toca um botão. Então a Carla da Terra teletransporta-se para algum lugar, todo mundo surpreende-se e o 22 diz: “Voltamos ao passado agora!”. Uma aura branca percorre a casa e cobre tudo…

O 0 e a Carla saem dos digitalizadores da 07, depois de voltarem ao passado. 0 diz-lhe à Carla: “O que é que o meu irmão está a planear?” e a Carla diz: “Tu conhece-lo melhor, não?” e o 0 diz: “Desta vez, não…”. O 0 investiga, e detecta que a Carla se encontra a bordo da 07 numa holocoberta, enquanto que noutra holocoberta ainda está a Melina. E na Terra um holograma da Carla está a substituir a Carla da Terra, do mesmo modo que a Melina. O Franny vem à sala do supercomputador dizer: “Olá, antes de fazer o meu plano, falei com o tio 22, e ele estava conforme com o meu plano!”. O seu pai, o 0, diz-lhe: “Ele estava conforme com fazeres-te passar pela Melina?” e o Franny diz: “Isto mo disse ele, ele preparou tudo!”. O 0 diz: “Às vezes o teu tio é mais estranho do que tu e eu!”. Então o 0 detecta que uma bola de transporte se está a aproximar da casa da Mila. A Carla diz: “Temos de impedir que desta vez se levem a Mila, encarregas-te tu de pôr inibidores no antigo apartamento do 22?” e o 0 diz: “Eu também te posso surpreender, já me tinha adiantado e estou a trabalhar nisso!”. A Carla diz: “O que vai na tua cabeça?” e o 0 diz “Todo se complica… E o meu irmão sabe-o, acho que por isso fez isto com o teu dobro!”…

Em casa sua, o 22 diz: “Espero que a Carla esteja bem e que aceite o que lhe disse, já que desde o problema com a Melina e a sua equipa inimiga, precisamos de mais um membro na nossa equipa. Derrotar-vos-emos, seja como for!”. Enquanto isso, num lugar desconhecido, o dobro da Mila diz ao Yusma: “Por que tivemos de anular a missão?” e o Yusma diz: “A equipa do meu dobro pôs uns inibidores em casa do teu dobro e não consegui desactivá-los, e por isso não posso transportar o teu dobro para cá. No entanto, o meu plano realizar-se-á mais cedo ou mais tarde, já que eu também estou imunizado aos regressos ao passado!”. O dobro da Mila pergunta-lhe: “Os o que?” e o Yusma diz: “Quero ajudá-los mas não se apercebem disto!”… E noutro lugar desconhecido, o Jordi Alejos García recebe um telefonema de alguém, que lhe diz: “Olá, chamo-me Andrea, mas se quiseres poder-me-ás chamar regenta. Os inimigos dos meus inimigos são os meus amigos, isto é, proponho-te trabalharmos juntos. Se tu me ajudares em tudo o que te disser, eu ajudar-te-ei a ser um psicomorfo todo-poderoso!”. O Jordi Alejos García diz: “Por que é que eu te tenho de ajudar?” e a regenta Andrea diz: “Tens de ter a certeza que se o fizeres, não te arrependerás!”. O Jordi Alejos García diz: “Conforme, façamo-lo!”…