FANDOM


Segue o teu jeito
4
Número de episódio 4
Temporada 1
Número total 4
Título em Teremedó Saġeḣ le ṭeu §eyṭ
Data de estreia 11 de janeiro do 2015
Lista de episódios
anterior
Grande piada
seguinte
A rapariga que tens de ser
Coisas de Irmãs

Segue o teu jeito é o episódio 4 da temporada 1 da série Coisas de Irmãs e o episódio 4 em total. Estreou-se em 11 de janeiro do 2015.

Argumento Editar

O episódio começa no edifício Pulá de Bàrcinon o 1 de janeiro do 2015, onde os oficiais da FEF estão preparados para descolar a nave FEF 09 e far-se-á muito cedo. Então uns homens dizem que tudo está pronto, e as portas da cúpula de Pulà abrem-se. Então, a nave FEF 09 descola e sai pela cúpula, enquanto uns helicópteros da televisão estão a gravar a descolagem da nave. Na casa da Kimberly e a Karla, as duas raparigas estão a olhar desde a televisão o lançamento da FEF 09. A nave voa pelo céu da cidade, e chega até o espaço.

10 dias depois…

A Kimberly está a trabalhar na sua habitação, e então a Karla vem olhar o trabalho. A Karla pergunta: “Vejo que estás com o teu projecto… Será que és hábil para fazeres tudo bem?”. A Kimberly guarda o seu projecto num armário da sua habitação, e diz: “Vejo que o terei de acabar depois”. A Karla diz: “Tens de esconder sempre todo para fazeres com que eu não o possa ver? Quando quiseres ensinar-me alguma coisa, já mo dirás?. E a Karla vai-se embora zangada. A Kimberly sai da sua habitação e diz que quer dar um passeio pela cidade aos seus pais. Depois diz à Karla baixinho: “O Jordy”. Os pais aceitam, e a Karla diz que irá com a sua irmã.

As raparigas vão de metro até o hotel Kasa Tot, para falar com o Jordy Kúdigy. Entram na sala principal do hotel, e há um homem em recepção. A Kimberly pergunta-lhe pelo Jordy, e o homem responde que agora está a fazer alguma coisa importante e está ocupado. A Kimberly pergunta-lhe quanto demorará, e o homem diz que uns 20 minutos. A Karla diz que podem esperar, e o homem responde: “Como tendes muitas vontades de falar com ele, imagino que sois amigas do Jordy, verdade? Virá convosco quando ele tiver tempo livre”. As duas raparigas estão de acordo em esperar.

A Kimberly apanha o objecto da FEF que projecta hologramas, e diz à Karla que ainda o tem. A Karla diz que este objecto foi o causante duma má piada, mas a Kimberly diz que descobriu que este objecto também pode fazer invisível às pessoas. A Karla pergunta-lhe como é isto possível, e a Kimberly responde que o objecto cria um holograma vazio numa pessoa, que faz com que se veja o que há por trás da pessoa. Isto é, a pessoa fica invisível. A Karla pergunta-lhe o que está a pensar fazer, e a Kimberly diz que entrará no escritório do Jordy para pesquisar. E diz à Karla: “Há um velho provérbio que diz: Segue o teu jeito”.

A Kimberly entra no escritório do Jordy, e a Karla decide seguir à sua irmã. As duas raparigas encontram um objecto com um botão. A Kimberly quer premer o botão, mas a Karla pergunta-lhe se tem a certeza do que está a fazer. A Kimberly diz que se este objecto for o que ela está a pensar, não acontecerá nada. A Kimberly preme o botão e abre-se um portal. A Karla pergunta para onde é que leva este portal, e a Kimberly diz que a única maneira de sabê-lo é entrarem nele. As duas raparigas passam pelo portal, e acabam numa sala com instrumentos de alta tecnologia. E o Jordy está nesta sala.

O Jordy diz às raparigas: “Sabia-o. Suponho que quereis ver tudo isto para satisfazer a vossa curiosidade, verdade? Para saberdes o que é tudo isto, vinde e ide com cuidado. E não podeis dizer nada de tudo isto a ninguém, está bem?”. A Kimberly e a Karla dizem que estão de acordo, e o Jordy explica às raparigas que esta sala é uma sala secreta pertencente à FEF, e desde aqui o Jordy tem o controlo de várias coisas, algumas com a permissão do presidente da Câmara de Bàrcinon. O presidente da Câmara proporcionar-lhe-á tudo o que o Jordy quiser se for necessário para a FEF, e ademais desde aqui o Jordy pode contactar com a Terra.

O Jordy diz que deveria voltar ao seu trabalho na recepção do hotel, e o três saem da sala secreta da FEF com o portal, e fora o Jordy põe uma protecção mais alta no botão que activa o portal, e diz mais uma vez às raparigas que não digam nada disto a ninguém. O homem que estava em recepção pergunta-lhe ao Jordy quem são estas duas raparigas, e o Jordy diz que são as suas amigas e que está todo bem. A Kimberly diz à Karla que deveriam voltar para casa, e as duas vão-se embora. Na rua, a Karla diz que gostaria de saber mais sobre a FEF, e a Kimberly diz que há muitas mais coisas que não sabem.

No metro, as duas raparigas estão na linha 4, e o comboio pára no túnel. A Karla pergunta o que farão agora, e a Kimberly diz que não sabe. A Karla lembra à sua irmã a frase “Segue o teu jeito”, e a Kimberly diz: “Deste-me uma ideia!” e vai até a cabine do motorista. A Karla fica sentada sem saber o que está a pensar a sua irmã, e a Kimberly pergunta ao motorista: “O quê é que se passou?” e o motorista responde que se desligou tudo. A Kimberly pergunta se ela poderia ajudar, e o motorista diz que alguém teria de empurrar o comboio. A Kimberly diz: “Isso faremos!” e o motorista não sabe por que ela disse isso.

A Kimberly diz aos passageiros: “Ajudai-me com telecinésia para fazerdes com que o comboio chegue à seguinte paragem!” e a gente não sabe o que fazer. A Kimberly diz: “Lembrai o provérbio que diz: Segue o teu jeito”. Pois vós sabeis um jeito para ajudardes este comboio, e tenho a certeza que é o mesmo jeito que o meu”. E a gente começa a concentrar-se para usar telecinésia e mover o comboio. E com a telecinésia, o comboio sai do túnel e chega à seguinte paragem. A Karla diz à Kimberly que não quer continuar no comboio e prefere chegar a casa de auto-ónibus, e a Kimberly diz que ela também pensa o mesmo.

As duas raparigas apanham o auto-ónibus 20 na praça das “Ġlôrias”, onde tinham ficado paradas com o metro, e vão para a sua casa. No auto-ónibus, a Karla diz à Kimberly que estão a passar por embaixo da sua escola, mas a Kimberly está a pensar noutra coisa. Quando as raparigas chegam a casa, os seus pais lembram-lhes que no dia seguinte têm de ir à escola. A Karla diz que houve um problema no metro, mas puderam chegar. Mas a Kimberly não diz nada e vai à sua habitação, e fecha a porta para que ninguém possa entrar. Então a Kimberly apanha o projecto que tem de fazer para a escola, sorri e termina o episódio.