FANDOM


Vamos lá!
23
Número de episódio 7
Temporada 3
Número total 23
Título em Teremedó ¡Anem-xi!
Data de estreia 3 de dezembro do 2017
Lista de episódios
anterior
O segredo da ligação
seguinte
Tendes de actuar, Parte 1
Coisas de Irmãs

Vamos lá! é o episódio 7 da temporada 3 da série Coisas de Irmãs e o episódio 23 em total. Estreou-se em 3 de dezembro do 2017.

Argumento Editar

O episódio começa no meio duma aula de russo do Josep Maria 22. A aula está a acabar-se quando o 22 recebe um telefonema do 0 quem lhe diz que tem de falar com ele duma coisa muito importante e tem de subir à 07. O 22 diz-lhe baixinho que a sua aula de russo se está a acabar, e dentro dum minuto poder-lhe-á responder. Quando todos os alunos da turma de russo se vão embora, o 22 telefona à 07 e diz ao 0 que já o pode teletransportar a bordo. Uma vez a bordo da 07, o 0 informa ao seu irmão que têm visitas, e o 22 surpreende-se. O 0 diz que a Carla está a esperá-los na ponte, onde se encontram os convidados. Eles dois chegam à ponte, e ali o 22 vê que o Yusma está a esperá-lo para falar com ele. E ao seu lado está a Lola, que diz: “Gosto da vossa nave espacial, é muito gira!”. O 22 não sabe o que dizer, já que ele está apaixonado pela Lola porque ela é a İhi do universo espelho…

A Lola (İhi) diz-lhe ao 22: “Sou uma rapariga casada”, e o 22 diz-lhe: “Já o sei, no entanto és a única pessoa que conheço que me faz lembrar a minha namorada. Mas tens todo o direito de amares só o teu marido, sem dúvida!”. O Yusma diz: “Num dia descobri que esse Jordi Alejos García vos está a vigiar e tem sob o seu controlo um hotel onde as irmãs da Mila estão sequestradas. Isto é, vós tendes de fazer alguma coisa para evitardes que ele ganhe esta pequena guerra duma forma fácil. A tua equipa é boa, mas não podeis ganhar sem a nossa ajuda. Estais num beco sem saída, e por isso ajudar-vos-ei!”. O 22 diz-lhe que estão de acordo, e começarão a trabalhar juntos numa aliança. O 0 pergunta se poderão confiar no Yusma, e o 22 diz-lhe que também está a Lola. O 0 diz: “Acreditas no Yusma porque a Lola está aqui?” e o 22 diz: “O Yusma quer colaborar connosco, não?”. O 0 diz que sim.

O Yusma apanha um objecto com o que podem saber o que a equipa do Jordi Alejos García está a fazer, e diz aos oficiais da FEF: “Tenho a certeza que com isto não poderão convosco. Mas precisamos de mais uma coisa: o cérebro da Mila. Isto é, temos de fazer-lhe uma nassada para obtermos a informação que há no seu cérebro. Percebestes?” e o 22 diz-lhe: “Nós já alcançámos fazê-lo, o 0 nassou-a”. O Yusma diz ao 0: “Então tu tens a chave para a nossa missão!”. O Yusma explica que têm de criar uma Mila falsa na Terra, enquanto numa holocoberta porão a verdadeira Mila para fazerem com que lhes dê a informação da que eles precisam. Quando fizerem isto, poderão continuar a missão. O 22 diz-lhe ao Yusma que têm de prepará-lo tudo, e o Yusma diz que têm de impedir que o lado inimigo obtenha a informação que há no cérebro da Mila. O 22 percebe-o, e diz a todos: “Vamos lá!”…

Num lugar desconhecido, o Jordi Alejos García está a falar com a regenta Andrea e a Melina sobre o Yusma, já que sabem que ele está a ajudar os oficiais da FEF. A Andrea diz: “Yusma, a tua aliança com o teu dobro acabar-se-á cedo quando acabarmos o nosso plano!” e depois diz ao Jordi Alejos García: “Estás pronto para seres teletransportado?”. O Jordi Alejos García diz que sim, e eles dois entram numas cabines. O Jordi Alejos García diz à Melina que ela tem de ficar neste lugar enquanto ele e a Andrea farão a sua missão, e a Melina aceita. O Jordi Alejos García e a Andrea são teletransportados até ao hotel Golf, onde encontram as cinco irmãs da Mila sequestradas. O Jordi Alejos García diz à Andrea: “Apresento-te a fonte dos meus poderes psicomórficos, as filhas da María Natividad. Mas tenho de dizer-te que temos de ter cuidado, os meus homens disseram-me que às vezes estas meninas falam numa maneira estranha. Por isso não as tens de tocar, eu também não as tenho de tocar. São só para vere-las, percebeste?”. A Andrea diz que sim, mas de repente as meninas começam a dizer todas ao mesmo tempo: “Aviso: já vimos!”. O Jordi Alejos García diz: “Dizem-no sempre”, mas então as meninas dizem uma coisa diferente: “Activai a fissura e levai-nos ao vosso estabelecimento principal”. O Jordi Alejos García pergunta-lhes: “Quem sois vós?”, mas as meninas continuam a repetir esta frase…

Na 07, a Lola diz: “Na verdade não tenho todas as minhas lembranças de quando era a İhi, essa Andrea apagou-me uma grande parte da minha memória…” e o 22 diz-lhe: “Então qual a tua missão na luta?”. A Lola diz: “Só quero ajudar o meu marido, ja que o nosso amor não foi apagado. As lembranças estão a vir devagar, ao princípio achava que era uma rapariga da Argentina como acháveis vós. E se quiserdes ajudar-me a recuperar a minha entidade, agradecer-vo-lo-ei!”. O 22 diz-lhe que está de acordo com isto, mas o Yusma diz que dantes têm de fazer com que a equipa da Andrea e o Jordi Alejos García não consiga a informação do cérebro da Mila. O 22 diz-lhe que a Andrea também formou uma coligação com o pior inimigo do 22, o Alxy Frankz. O Yusma diz que já o sabia, e informa-lhe que o Jordi Alejos García não sabe nada desta nova coligação. Trata-se duma boa notícia para os oficiais da FEF e os seus novos aliados: o Yusma e a Lola…

Quando o 22 volta à Terra, numa rua encontra uma rapariga amiga da Mila que só lhe diz: “Se quiseres saber mais sobre a nossa espécie, abre a fissura. Queremos contactar convosco. Abre a fissura!”. Quando o 22 vai responder-lhe, a rapariga desapareceu. O 22 telefona à 07 e informa aos seus amigos sobre o que se passou com esta amiga da Mila. O 0 investigá-lo-á e dir-lho-á à Mila para saberem quem é esta rapariga. Mais tarde, o Yusma está a falar com a Lola e diz-lhe: “A nossa missão aqui está a complicar-se…”. No hotel Golf, depois duma hora em que as cinco irmãs da Mila repetiam as mesmas palavras sem parar, de repente calam e ficam de novo dormidas. O Jordi Alejos García diz à Andrea que está a perder o controlo das meninas, e se perder o controlo, também perderá os seus poderes psicomórficos. A Andrea diz-lhe que ela o ajudará sempre, mas ele em troca tem de cumprir o plano dela, que consiste na destruição de todos os oficiais da antiga FEF, e sobretudo do almirante da Terra, o 22. O Jordi Alejos García diz que concorda, e dá um beijo à Andrea. Mas de repente uma das meninas levanta-se e começa a caminhar…

O Jordi Alejos García tenta parar esta menina, mas a menina lança um raio desde a sua mão e deixa o Jordi Alejos García e a Andrea no chão inconscientes… Enquanto isso, o 0 está a falar com a Mila pelo WhatsApp sobre a amiga dela fazendo-se passar pelo 22, mas a Mila diz que esta amiga nunca diria nada estranho, portanto o que ele diz sobre ela não faz sentido. O 0 diz-lhe que o esqueça, já que não tem importância. Mais tarde, o 22 recebe um telefonema do 0 que lhe diz que as holocobertas da 07 estão a falhar, e a Carla poderia notar que não está na Terra. Felizmente ainda não notou nada, mas isto não durará muito e têm de actuar depressa. O 22 percebe-o, e pede-lhe que o teletransporte à 07. Quando sobe à nave, o 22 repara que o problema das holocobertas é causado por uma sabotagem que vem da Terra. O 22 diz: “Fê-lo o Yusma ou a Lola?” mas o 0 diz que o problema não se origina na nave, alguém está a tentar entrar no computador da 07 e a origem da intrusão vem dum ponto da Terra, mas segundo os sensores da nave, ali não há nada, só um deserto. O 22 diz que têm de ir lá ver o que se passa de todas as maneiras, mas utilizarão o supercomputador para terem os poderes virtuais. O 22 e o 0 vão com a virtualização ao deserto da África onde se encontra a origem da intrusão à 07, mas ainda não conseguem encontrar nada, só há areia…

O 22 e o 0 caminham pela areia, quando de repente caem num buraco e não podem sair porque o buraco se fecha e começa a encher-se de areia. Ficaram apanhados ali. Mas como que estão nas suas formas virtuais, o 22 e o 0 disparam-se mutuamente e voltam à 07. O 22 e o 0 explicam que alguém os tentou apanhar, portanto é muito perigoso voltar a esse lugar. O 22 diz que por enquanto têm de fazer outra coisa para evitar a intrusão, e por isso tentarão fortalecer os escudos da nave. Dirigem toda a energia necessária aos escudos, desligando o que não seja vital, e os escudos fortalecem-se. Desta vez parece que tiveram sucesso, a intrusão é neutralizada e as holocobertas voltam à normalidade. O 22 vem à holocoberta falar com a Carla, e descobre que felizmente a Carla não se apercebeu que não está na Terra. O 22 pergunta à Carla se está bem, e a Carla actua duma maneira como se o 22 tivesse vindo ao bairro dela, dizendo: “Por que é que tu me estás a perguntar isto?”. O 22 diz que vai tudo bem, e ver-se-ão noutro dia, já que agora tem de ir-se embora. Diz adeus à Carla, e sai da holocoberta. Na ponte, o 22 diz ao 0 que se teletransportará de novo em casa sua, e o 0 diz que lhe avisará se houverem novidades sobre a intrusão. O 22 volta a casa e termina o episódio.